Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços através da personalização do seu acesso ao nosso site e da análise anónima dos seus hábitos de navegação.

Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso.

Para obter mais informações, clique AQUI

Como manter as torneiras sem as danificar


Temos tendência para pensar que as torneiras, tanto da casa de banho como da cozinha, são muito resistentes e não necessitam de cuidados. São realmente resistentes, mas se quisermos preservá-las por muito tempo, devemos inspecioná-las frequentemente e realizar uma manutenção regular.

O acabamento mais comum das torneiras de latão é o cromado por eletrodeposição, que combina camadas de níquel e crómio. Uma das suas propriedades químicas mais apreciadas quando exposto à ação do ambiente é a sua autoproteção com uma camada ou película sem poros de grande resistência.

A verdade é que o cromado é muito resistente à corrosão, mas convém não esquecer que pode sofrer danos com alguns produtos de limpeza abrasivos, como o ácido sulfúrico, o ácido clorídrico, o amoníaco e a lixívia, que provocam uma deterioração prematura do material, tanto se forem aplicados diretamente na superfície das torneiras ou unicamente com os seus vapores (se forem usados nas proximidades das torneiras). Bem afastados das torneiras devem igualmente permanecer a soda cáustica, o benzol, a aguarrás, a acetona e o álcool, isto é, produtos ou detergentes que podem ser muito tóxicos e abrasivos. 

Quando a água se evapora, e, sobretudo, se tiver muito calcário, deixa partículas cristalizadas na superfície cromada, danificando as torneiras, estragando o revestimento ou manchando-o de bolor, pelo que é recomendável limpar regularmente as torneiras para evitar o depósito de calcário. É importante não utilizar esfregões, uma vez que riscam a superfície. Pode usar uma esponja suave embebida em água e umas gotas de sabão neutro para lavar o exterior da peça. Em seguida, limpe com um pano de algodão humedecido e seque e dê brilho com um pano de camurça ou pano de cozinha.

Não utilizar produtos de aplicação em spray, já que a névoa pode penetrar nas aberturas e separações dos acessórios e provocar danos.

As nossas torneiras cumprem a norma europeia UNE-EN 248 de revestimentos Ponto 5.1 ensaio de resistência à corrosão e estão acreditadas pelos certificados de qualidade.

PRECISA DE MAIS AJUDA?
Preencha o formulário de assistência técnica para que a equipa da TRÊS possa solucionar as ocorrências relacionadas com os seus produtos.